Lewandowski mudou seu voto à última hora.

Marcelo Mafra

É importante destacar que Lewandowski mudou o seu voto somente na noite anterior, segundo o que ele próprio disse. Ele teve tanto tempo para estudar, analisar, avaliar e, mesmo assim, preparou seu voto considerando que não havia ilegalidade no repasse de dinheiro à agência DNA Propaganda, de Marcos Valério.

Lewandowski iria se desmoralizar

Porém, a argumentação lógica apresentada pelo relator, ministro Joaquim Barbosa, confirmando a denúncia do Procurador-geral da República, no sentido de comprovar as ilegalidades praticadas, foi tão consistente que, se Lewandowski mantivesse o voto conforme já havia preparado, ele ficaria tão desmoralizado pela inconsistência em sua argumentação que preferiu mudar na última hora.

Reparem: quem disse que “deu uma guinada de 180 graus”, reexaminando seu voto, na “noite anterior”, foi o próprio Lewandowski.

Esperemos que Lula não dê uma bronca nele por causa disso. Vamos aguardar os próximos capítulos e ver como serão as manifestações dele (incluindo guinadas de última hora) e dos outros ministros em relação aos demais réus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *