Os Estados Unidos são como o médico e o monstro

Jacques Gruman

Ao lado de criações fundamentais para o espírito humano, como o jazz e uma literatura riquíssima, os Estados Unidos deram e dão ao mundo péssimos exemplos civilizatórios. São, ao mesmo tempo, doutor Jekyll e mister Hyde. São responsáveis pelo, até agora único, genocídio nuclear da história. Comprometem, anualmente, mais de US$ 700 bilhões em gastos militares (quase metade do que todo o resto do mundo gasta).

Invadem países sem respaldo internacional. Apoiam, financeira, logística e politicamente, golpes de estado onde quer que os interesses de sua burguesia sejam ameaçados. Construíram uma sociedade narcisista e individualista, onde poucos multibilionários não se incomodam em conviver com quase 50 milhões de pessoas (entre elas cerca de 16 milhões de crianças) vivendo abaixo da linha de pobreza, os “não-brancos” mais atingidos do que os demais.

-</p><br />
<p>- Homeless man John Wayne and others wait in a parking lot near LP Field after Metro police had them move their possessions from under the Shelby Street Bridge. Wayne said police have been nice about giving them time to move. A recent count by a national organization found 1,542 homeless people living in Nashville in January 2005. -</p><br />
<p>-.JOHN PARTIPILO/THE TENNESSEAN

Institucionalizaram uma espécie de tanatofilia militarizada, com temporadas de caça aos não-WASPs (não-brancos), armamento adquirido sem problemas pelo computador. Seria este o “land of the free and home of the brave” (terra da liberdade e o lar dos bravos) ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *