Ao invés do menino de Andersen, agora são duas mulheres a denunciar que o rei (Lula) está nu.

Carlos Newton

Como se sabe, “A roupa nova do rei” é um conto de fadas de autoria do dinamarquês Hans Christian Andersen, e foi inicialmente publicado em 1837. Na história, o rei andava nu, mas todos fingiam que ele usava um novo tipo de roupa. Até que um menino gritou que o rei estava nu.

No caso de Lula, que se considera o rei do Brasil, todos também fingiam que ele usava alguma cobertura política, e só agora apareceram duas mulheres para denunciar que ele na verdade está nu.

Primeiro, foi a senadora Marta Suplicy que enfrentou Lula, não foi ao lançamento da candidatura de Fernando Haddad e se fechou em copas. E agora a ex-petista Luiza Erundina também grita que o rei está nu.

Realmente, o estado de saúde psicológica de Lula inspira cuidados. Tinha uma biografia que o transformara num dos mais importantes políticos da História. Se ficasse quieto, sua imagem se fortaleceria cada vez mais, o mito só tendencia a crescer. Porém, está claro que o poder lhe subiu à cabeça. A egolatria o dominou inteiramente, julga-se dono de tudo, faz o que bem entende e acha que tudo ficará por isso mesmo.

Com isso, está desmoralizando e destruindo o PT, ao mesmo tempo em que se dedica a demolir a própria biografia. Tornou-se uma espécie de Il Duce de Garanhuns, um Napoleão de hospício, um Luís XIV em versão petista, a se olhar no espelho e proclamar “L’Etat c’est moi”, como se alguém pudesse ser dono do Estado.

Lula parece que não tem jeito. Enquanto não acabar com o PT e com a própria biografia, ele não sossega. Sua confraternização com Paulo Maluf foi tão grave e constrangedora que desanimou a legião de internautas mobilizados por José Dirceu e Rui Falcão para defenderem o governo, o PT e os mensaleiros na internet. O silêncio deles falou mais alto, digamos assim.

E já ia esquecendo: o enriquecimento também lhe fez mal, parece que passou uma borracha em seu passado. Será que ele ainda recebe aqueles R$ 13 mil mensais como assessor do PT, de carteira assinada e tudo o mais? Se ainda recebe, era só o que faltava…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *